Conselho de Ética de IA da Google perde membro e tem futuro comprometido

0
6

No dia 26 de março, a Google anunciou uma equipe formada por oito pessoas que integram o Conselho Consultivo Externo de Tecnologia Avançada (ATEAC, na sigla em inglês), que tem a finalidade de ajudar a companhia a superar os obstáculos éticos relacionados ao desenvolvimento da inteligência artificial. Agora, a partir do dia 04 de abril, essa instituição foi finalizada.

Toda essa crise começou no último sábado (30): Alessandro Acquisti, um dos indicados para o conselho, tuitou que desistiu do cargo. Alessandro, que é professor da Universidade de Carnegie Mellon e especialista em questões de privacidade digital disse não acreditar que aquela seria uma função ideal para ele desempenhar, uma vez que se dedica à pesquisa para lidar com as principais questões éticas de justiça, direitos e inclusão na IA.

Na segunda-feira (01/04), uma carta criada por um funcionário anônimo da Google pedia a saída de outro membro do ATEAC: Kay Cole James. James é presidente do Heritage Foundation, um grupo de posicionamento conservador, que se opõe às leis de direitos iguais para gays e transexuais e é contra a regulamentação das emissões de carbono.  A carta foi assinada por quase mil funcionários da Google, além de pesquisadores acadêmicos e outras pessoas da indústria da tecnologia.

Fonte: Pplware

Apesar de Alessandro Acquisti não ter detalhado o motivo de sua desistência, suas palavras podem ser um indício do descontentamento sobre a presença de conservadores no conselho. Alguns especialistas e ativistas de IA também pediram a saída de Dyan Gibbens, por seu envolvimento na criação de drones militares, sendo que, em 2018, vários funcionários da Google protestaram pelo fato da empresa ter anunciado uma parceria com o governo americano, para construir tecnologia de reconhecimento de objetos para drones.

O que a Google diz?

“Ficou claro que, no ambiente atual, a ATEAC não pode funcionar da forma que gostaríamos. Por isso, estamos encerrando o conselho e voltando para a mesa de rascunhos”, disse um representante da Google por email para a Reuters.

Outro membro do ATEAC, Joanna Bryson, afirmou que, de acordo com a Google, a indicação de conservadores para o conselho serve para manter a diversidade de opiniões, a fim de que as decisões sejam convincentes para a sociedade em geral.

Cupons de desconto TecMundo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here