Sesi-SP vence o Rio de Janeiro e fica a uma vitória da final da Superliga

0
1
O Sesi-SP já havia vencido o primeiro jogo (Foto: Djalma Vassao/Gazeta Press)

O adiamento da segunda partida da semifinal da Superliga masculina deu o tempo a mais necessário para o Sesi-SP encaminhar a vaga á final da Superliga masculina de vôlei. Após o duelo ser remarcado por conta das chuvas que transformaram o Rio de Janeiro em um verdadeiro caos, a equipe paulista soube segurar a pressão do Sesc RJ no Tijuca Tênis Clube e venceu de virada por 3 sets a 2, parciais de 25/21, 19/25, 19/25, 25/22 e 15/10, fazendo 2 a 0 na série melhor de cinco.

Antes do duelo, o ginásio se silenciou por um minuto para homenagear as vítimas das fortes chuvas que atingiram o Rio de Janeiro no começo da semana. O embate estava programado para acontecer na noite da última terça-feira, mas foi adiado para a tarde desta quarta.

Nervoso no começo do jogo, o Sesi-SP não foi páreo para o Rio de Janeiro, que abriu boa vantagem nas viradas iniciais. Diante desse cenário, o treinador da equipe paulista, Rubinho, pediu tempo, viu seu time se acalmar, mudar a postura e dominar o restante do set para dar o troco, fazendo 25 a 21.

Rubinho é o treinador do Sesi-SP (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

O Rio de Janeiro, entretanto, tratou rapidamente de responder. Após seguir mal no início da segunda parcial, os cariocas cresceram de produção, equilibraram o duelo e foram superiores nos momentos derradeiros para fazer 25 a 19 e empatar o jogo. O cenário se repetiu na terceira parcial e novamente os donos da casa fizeram 25 a 19, virando para 2 a 1.

Atrás no marcador geral, o Sesi-SP não se abateu e fez um terceiro set duro com o Rio de Janeiro, mas, dessa vez, os paulistas foram mais frios que os rivais nos instantes finais, triunfaram por 25 a 22 e forçaram a decisão no tie-break. Na parcial decisiva, os visitantes mantiveram o bom ritmo, dominaram o adversário para vencer o set por 15 a 10 e partida por suados 3 a 2.

Com o resultado, o Sesi-SP triunfa de novo e faz 2 a 0 na série melhor de cinco. Desse modo, os paulistas podem garantir presença na decisão da Superliga caso vençam o terceiro jogo, marcado para sábado, às 19 horas (de Brasília), na Vila Leopoldina, em São Paulo. Na outra semifinal, o Taubaté tem 2 a 0 para cima do Cruzeiro.


Após segunda vitória, Taubaté adota discurso cauteloso diante do Cruzeiro

Taubaté vira sobre Cruzeiro e se aproxima da final da Superliga

CBV divulga tabela da série final feminina de vôlei entre Praia Clube e Minas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here