Disney revela primeiros detalhes do seu serviço de streaming, o Disney+

0
2

Em seu evento para investidores realizado hoje (11) nos EUA, a Disney acaba de mostrar os primeiros detalhes do seu próprio serviço de streaming, o Disney+. A ferramenta vai concentrar as produções da própria Disney e de empresas do grupo como Pixar, Marvel, Lucas Film (franquia Star Wars) e National Geographic.

A companhia revelou também a primeira imagem da interface do serviço, que se assemelha muito ao que já vemos no próprio software da Netflix em TVs, bem como o da Apple TV. Também foi revelado o cronograma de lançamento do Disney+ para várias regiões do mundo.

disney+Novo serviço da Disney pode acabar sendo o maior concorrente da Netflix até agora (fonte: Disney)

Inicialmente, o serviço vai chegar aos EUA e alguns mercados da Europa e Ásia-Pacífico no primeiro trimestre de 2020. Na região da América Latina, contudo, só teremos o Disney+ em outubro de 2020, uma espera de quase dois anos.

O Disney+ também terá séries originais e seis títulos já foram anunciados. Algumas serão disponibilizadas já no primeiro ano do serviço, mas não no lançamento nos EUA. Um dos títulos que mais chamou atenção foi Falcon & Winter Solider, da Marvel, a qual já teve inclusive uma logo revelada nas imagens mostradas no palco.

Entre outras séries da Marvel originais para o novo serviço temos também: Loki, What If (animação com histórias alternativas) e uma terceira com Visão & Feiticeira Escarlate.

disney+Nova série da Marvel exclusiva do Disney+ (fonte: Disney)

Ainda não sabemos quando a Disney+ vai começar a remover seus títulos de outros serviços de streaming, como a Netflix, mas espera-se que isso aconteça a partir do lançamento do Disney+ em cada região. Já de início, todas as animações clássicas da empresa estarão disponíveis para assistir, o que inclui 101 Dálmatas, Aladim, Rei Leão e a Pequena Sereia.

Não foram divulgados preços para o Disney+, mas a empresa afirmou que consumidores terão descontos ao assinar o Disney+ junto com outros serviços de streaming controlados pela empresa, tais como ESPN+ e Hulu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here