Microsoft Teams está prestes a vencer sua batalha contra o Slack

0
6

Em preparação para sua entrada na bolsa de valores, o Slack— famoso mensageiro corporativo — apresentou um relatório financeiro e suas perspectivas para futuros investidores. A surpresa foi a declaração de que o Microsoft Teams é o seu principal concorrente. O reconhecimento do adversário é devido, especialmente considerando que o ritmo de crescimento do Teams indica uma ultrapassagem do Slack em breve.

De acordo com a Microsoft, o Teams é utilizado por mais de 500 mil empresas para promover comunicação, colaboração de organização de tarefas cotidianas. Desse bolo todo, 91 dessas empresas estão na lista da Fortune 500. O Slack, contudo, ainda tem a vantagem, com 600 mil empresas ao redor do mundo usando sua solução de mensageria corporativa. 

Teams é o app com a maior taxa de crescimento em toda a história da Microsoft

O Teams, segundo sua criadora, é o app com a maior taxa de crescimento em toda a história da Microsoft. Ele foi lançado em 2017 e, antes do fim daquele ano, contava com apenas 50 mil companhias na lista de usuários. Um ano depois, o número pulou para 200 mil e, em março de 2019, chegou a 500 mil. Com esses números, não seria uma surpresa ver a “batalha” dos mensageiros corporativos pendendo para o lado da Microsoft já no ano que vem.

Mas o Slack tem potencial para combater a Microsoft. O mensageiro já está nas graças das startups desde 2014, quando chegou ao mercado, e tem uma base relativamente fiel. O mensageiro também tem mais integração com ferramentas de terceiros.

Já o Teams aposta na sua integração profunda com o Microsoft Office, especialmente com o Outlook, para integrar todas as aplicações do “escritório moderno”. O Teams também está disponível em dezenas de idiomas diferentes, enquanto Slack só começou a oferecer o português como opção em maio de 2019.

Abrangência e bolsa de valores

O passo acelerado na evolução do Teams e — a sua natureza mais abrangente, que integra trabalhadores em escritórios, na rua e em outros ambientes externos — poderia explicar o crescimento acelerado da ferramenta da Microsoft.

A estria do Slack na bolsa (20 de junho), por outro lado, poderia ser um divisor de águas para a empresa, que poderia transformar suas ferramentas digitais e crescer muito com recursos arrecadados de acionistas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here