IBM patenteia smartwatch com tela expansível que vira smartphone e tablet

0
6

Um smartwatch que vira smartphone e que vira tablet. Parece um gadget de agente secreto, mas o certo é que o conceito do relógio inteligente da IBM impressiona: a forma mais compacta mostra um dispositivo com tela retangular e sem bordas, com 5×7,5 cm — porém mais grossa, já que há outras sete armazenadas sob o display principal.

Deslizando-se três telas para fora, teríamos o visor de um smartphone, com 10×15 cm. Para o modo tablet, mais quatro telas formariam um display único de 20x 30,5 cm. O dispositivo também seria equipado com alto-falantes e entradas para teclado e mouse.

O projeto-conceito foi renderizado pelo site holandês Let’sGoDigital, que ainda criou as imagens em 3D que você vê aqui. Muita coisa, porém, ficou sem respostas, como o tipo de pulseira necessária para aguentar o peso de um tablet ou como as telas seriam abertas, se automática ou manualmente.

Transformer de pulso

A patente desse “transformer de pulso”, chamada de “Tamanho Variável de Exibição para um Dispositivo Eletrônico”, foi pedida em 2016. Como uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, a IBM registrou mais patentes nos EUA do que qualquer outra nos últimos 26 anos. Mas nem sempre elas entram em produção: a companhia recompensaria os funcionários por patentearem até mesmo invenções sem nenhum futuro, vinculando-as a promoções. Isso daria à IBM inovações licenciáveis e patentes defensivas no caso de ações judiciais.

IBM não é novata no ramo de smartwatches: no ano 2000, lançou um que rodava Linux 4 anos antes de o Android Wear chegar ao mercado. Com 8 MB de RAM e 8 MB de memória flash, acelerômetro e mecanismo de vibração, o Linux Watch foi posteriormente renomeado como IBM WatchPad e ganhou display de toque, calendário e suporte a bluetooth, além de um sensor de impressão digital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here